Mandante de homicídio contra a própria sogra é condenado a 33 anos de prisão

Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

Fernando Henrique de Souza, apontado desde o crime como mandante do homicídio contra a própria sogra em 2007, foi condenado a 33 anos de prisão na noite desta sexta-feira (21) no Tribunal do Júri de Rondonópolis. A sentença foi dada pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Wagner Plaza Machado Júnior, após 12h de sessão.

Fernando havia sido absolvido no primeiro julgamento em 2017, porém o Ministério Público recorreu da decisão e pediu a anulação do julgamento. O recurso foi provido e após vários adiamentos Fernando voltou ao banco dos réus.

O crime aconteceu no dia 12 agosto de 2007, quando a empresária, Jozelma do Nascimento Pesqueira, e seu esposo Sérgio Gimenes Cordon chegavam em casa depois de uma festa. Assim que entraram, eles foram abordados pelo suspeito Marcos Antônio Lopes, que já estava dentro da casa. O bandido deu um tiro no peito da empresária, que morreu no local, fugindo em seguida levando consigo joias e eletrônicos.

Assim que conseguiram chegar ao executor do crime, o acusado confessou que agiu com o genro de Jozelma, que arquitetou um plano para simular um latrocínio, de olho em um seguro de vida que a empresária tinha, cuja beneficiária era sua filha, namorada do réu.

Segundo consta nos autos, Fernando chegou a pedir a namorada em casamento depois do crime contra a mãe. Na decisão consta que ficou comprovado que o réu fez um plano elaborado para fingir o latrocínio, motivado pela ganância.

André Bentes, que hoje é casado com a filha da vítima, afirmou que a família se sente mais aliviada com a condenação do culpado e que isso traz uma sensação de dever cumprido e justiça feita.

Marcos já foi condenado em um processo separado do de Fernando.

Fonte: AgoraMT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dez + vinte =