Tributos pagos esse ano já superam o arrecadado em 2018

A 19 dias de encerrar o ano, os mato-grossenses já pagaram em tributos, ou seja, em impostos, taxas, contribuições e até multas, o valor total arrecadado durante todo o ano de 2018 no estado. De 1º de janeiro até às 13h desta sexta-feira (13), foram mais de R$ 34.682 bilhões recolhidos aos cofres públicos de Mato Grosso. O levantamento foi feito pelo Boletim impostômetro, da Fecomércio-MT.

Para se ter uma ideia, em todo o ano passado, o estado recolheu o montante de R$ 34.580 bilhões. Para 2019, está previsto para ser arrecadado em Mato Grosso o valor de R$ 36.728. A Fecomércio-MT relembra ainda que a população brasileira precisou trabalhar 153 dias no ano para pagar este montante, ou seja, cinco meses e 2 dias trabalhados somente para pagar os impostos.

Em nível nacional, esta façanha também deve ser concretizada ainda hoje, quando os brasileiros pagarão aproximadamente R$2.388 trilhões em tributos. Ainda assim, segundo Estudo da Relação da Carga Tributária Versus Retorno dos Recursos à População em Termos de Qualidade de Vida, o país ocupa a última colocação, dentre os 30 que mais arrecadam impostos, em retorno dos valores arrecadados em prol do bem-estar da sociedade.

Concentração do PIB

Sobre a concentração de toda riqueza que é produzida no estado, uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que as cinco maiores cidades de Mato Grosso (Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sorriso e Sinop) concentram 41,13% do Produto Interno Bruto (PIB), somando 126,8 bilhões de reais em 2017.

Já a soma do que foi arrecadado em tributos municipais nos cinco municípios, também em 2017, foi de R$ 1.115 bilhão. O valor representa aproximadamente 3,9% do total recolhido no estado no mesmo ano, em torno de R$ 28.726 bilhões.

Fonte: Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete − 2 =