Suspeito diz sentir ‘cutucadas’ no ânus, pensa ser feitiço e ameaça mãe de santo

Samuel Martins de Oliveira, 40 anos, foi preso após invadir uma casa de Candomblé, no bairro Tijucal, em Cuiabá, e apedrejar o templo e os membros frequentadores do espaço. O crime foi registrado na madrugada desta terça-feira (26), após o suspeito alegar que sentiu “cutucadas no ânus” por causa dos batuques no terreiro e suspeitava que tivesse sido enfeitiçado por um frequentador do local.

Consta do boletim de ocorrência n° 2019.352892 que Samuel entrou no local, por volta das 3h10, durante uma cerimônia religiosa. Com várias pedras na mão, o suspeito surtou e quebrou vidros da janela do terreiro e de um carro. Em seguida fugiu.

Poucos minutos depois Samuel voltou e invadir a casa, onde estava ocorrendo trabalhos religiosos, pelo telhado e jogou algumas pedras para acertar os frequentadores.

A mãe de santo chamou a polícia. Porém, antes dos policiais chegarem o homem ainda surtado com um facão na mão ameaçou matar a mulher. Uma viatura da PM chegou e o suspeito foi preso em flagrante.

Na ocasião, ele disse que não aguentava mais escutar nem ver os vizinhos com suas práticas religiosas. Conforme o relato contido no boletim de ocorrência, ele também alegou sentir cutucadas no ânus e acreditava ter sido enfeitiçado pela mãe de santo que é dona da Casa de Candomblé.

O homem foi encaminhado à delegacia, porém, foi solto na manhã desta terça-feira (26), pelo delegado plantonista após assinar o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Ele não possuí antecedentes criminais. A mãe de santo também foi ouvida pelo delegado.
Fonte: AgoraMT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 1 =