Maggi deixa a política após 24 anos: “sou eternamente grato”

Após 24 anos na política, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e senador licenciado por Mato Grosso, Blairo Maggi (PP), se despede da vida pública com o término de 2018. Em seu perfil no Instagram, o progressista disse que foi uma honra servir ao país e à agricultura brasileira, bem como ressaltou que será eternamente grato a cada um dos mato-grossenses que o escolheu por meio do voto.

“Hoje é dia de agradecimento, ao presidente Michel Temer, aos servidores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, aos secretários e staff do Gabinete, as centenas de entidades que se relacionaram com o Mapa nestes 2 anos e 7 meses em que fui ministro. Também aos meus correspondentes Mundo a fora, pelo carinho e respeito nas visitas que fiz a seus países”, escreveu.

Maggi também falou sobre os cargos eletivos que ocupou e agradeceu aos mato-grossenses. “Ao encerrar minha passagem pela vida pública quero agradecer também os mato-grossenses pela oportunidade que tive em ser eleito duas vezes Governador do Estado e uma vez Senador. Exerci os mandatos sempre pautado nos princípios que me levaram à vida pública, transparência, eficiência e honestidade”.

Por fim, ele desejou feliz 2019 para todos e assegurou que está saindo da política, mas nunca deixará de ajudar Mato Grosso e o Brasil.

Passagem pela política

Blairo Maggi entrou para a política em 1994, quando foi eleito primeiro suplente do senador Jonas Pinheiro (já falecido).

Já em 2002, foi eleito governador de Mato Grosso, sendo reeleito em 2006 com a maior votação da história do Estado. Ele recebeu 922,7 mil votos, atingindo 65,39% da preferência dos eleitores.

Em 2010, com mais de um milhão de votos, foi eleito o senador mais votado por Mato Grosso e em maio de 2016 se licenciou do cargo para assumir o Ministério da Agricultura, cargo que ocupou até hoje.

Fonte:O Livre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

catorze − 11 =