Com visual novo,estudantes voltam as aulas na UFR

A volta às aulas para o segundo semestre de 2018 na Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) teve o retorno com a nova nomenclatura que foi adotada com a realização da Semana Acadêmica, que vai acontecer de 5 a 09 de novembro. Neste período a instituição desenvolve atividades para recepcionar novos alunos no próprio campus. A mudança já começou nas fachadas e identificações internas, mudando de Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para UFR, mas, a nova nomenclatura ainda não possui CNPJ próprio.

Segundo a Pró-Reitoria do atual campus, Analy Polizel, a identificação em documentos e outras situações necessita do requerimento do reitor Pró-Tempore, que ainda será nomeado pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, existem projetos, como de obtenção de recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que dependem do CNPJ para serem viabilizados.

“Para mudarmos a nossa identificação em documentos e outras situações é preciso que esse documento seja pedido pelo Reitor Pró-Tempore, que ainda será nomeado pelo MEC. Mas, com a adoção da nova identidade visual, já se começa a criar a ideia da nova universidade e já começamos a articular a criação de novos cursos, já que agora já temos um orçamento previsto na nova Lei Orçamentária Anual do Governo Federal”, informou Analy.

Quando a universidade efetivar o processo de criação da nova UFR, novos cursos de ensino superior deverão ser criados para as áreas de Direito, Agronomia, Odontologia, Química e Física, onde devem estar juntos com os atuais 19 cursos existentes e elevarão a um novo padrão de importância, consolidando de vez a cidade como um polo educacional.

A Semana Acadêmica da nova UFR terá como tema “UFR – Desafios e Perspectivas” e, como o próprio tema já sugere, será focado em debater os rumos da nova universidade, que terá o desafio de atender as demandas do setor produtivo local e de toda a sociedade com novos cursos, que de fato qualifiquem a mão de obra local e ajudem no desenvolvimento regional. Ao todo serão mais de 50 horas de programação, 46 atividades, 9 palestras, 16 oficinas e apresentações artísticas.

Um dos convidados para palestrar no evento será o ex-secretário de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação (MEC), Jesualdo Pereira Farias, que foi um dos principais responsáveis por encaminhar o processo que resultou na criação da UFR.

 Fonte:Agora MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 4 =