Mais de 3 mil mulheres são presas em MT e maioria são aliciadas por companheiros

Cerca de 3.020 mulheres foram presas no Estado de Mato Grosso (MT) de janeiro a julho de 2019 por crimes como tráfico de drogas, posse de entorpecentes, vias de fato, lesão corporal, furto comercial, roubos e mandado de prisão em aberto. Os dados são da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatística da Polícia Militar (SPOE- PM).

As idades das suspeitas variam entre 13 a 59 anos. O levantamento mostra que a maior parte das envolvidas com a criminalidade se dizem esposas, namoradas ou companheiras de homens que já foram presos ou cumprem pena no sistema prisional do Estado.

O mês de março, conforme o balanço, foi o que teve maior número de detenções de mulheres, alcançando 611 conduções. O número expressivo, segundo o comandante da SPOE, Sebastião Carlos, se deve a um possível protagonismo das mulheres à frente de pontos de vendas de drogas, no controle de distribuição do entorpecente, na participação em crimes de roubos à residência e furto a estabelecimentos comerciais.

O levantamento realizado pela SPOE da PM destaca que durante os três anos analisados (2017, 2018 e 2019) as ocorrências de naturezas de vias de fato, tráfico de drogas e lesão corporal somam um total de 41% de conduções de mulheres por prática de crimes.

Fonte:Agora MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

8 − 2 =