Secretários de Segurança debatem combate integrado à violência na Amazônia Legal

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, participa da Câmara Setorial de Segurança Pública, realizada durante o 17º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, de 28 a 29 de março, em Macapá (AP). Os debates foram divididos em dois painéis segmentados por temas em que os gestores deverão debater uma agenda em comum para o enfrentamento da violência na Amazônia.

No primeiro painel será feita uma avaliação da situação atual da segurança pública em cada Estado com a identificação de problemas e objetivos conjuntos para que sejam selecionadas ações prioritárias, de curto e médio prazo, e linhas diretivas para um Plano de Ação.

Já no segundo painel, foi definida uma agenda de trabalho inicial, a partir de três iniciativas: Uso de tecnologias na Segurança Pública – Troca de experiências e estratégias de compartilhamento e integração; Segurança Pública nas Faixas de Fronteira – Operações Integradas e Operações Conjuntas em Áreas Federais (reservas indígenas e florestais).

Os nove estados da Amazônia Legal – Amapá, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Pará e Tocantins – compreendem 61% do território brasileiro e os problemas no combate ao crime são comuns, de acordo com Bustamante.

“A questão da dificuldade de acessibilidade, falta de efetivo, ausência de recursos e falta de apoio da União nas áreas da sua competência, como a fronteira e combate ao tráfico de drogas, são problemas em comum. O que os nove estados estão buscando fazer é trabalhar em conjunto para tentar integrar as forças, otimizando os meios que tem e compartilhando ferramentas da área de segurança, especialmente tecnologia. Cada estado apresenta as suas dificuldades e boas práticas”, explicou o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso.

Bustamante disse ainda que Mato Grosso é referência na integração das forças de segurança, nas áreas de inteligência e tecnologia. “Temos boas ferramentas e elas estão sendo compartilhadas com os demais secretários”.

Ao término das discussões, será feito um resumo de tudo o que foi tratado para subsidiar as deliberações dos governadores no segundo dia do Fórum. Durante a atual edição, os gestores também farão uma avaliação das proposições feitas nos fóruns anteriores e uma análise dos objetivos que já foram alcançados.

Fórum de Governadores

O Fórum de Governadores da Amazônia Legal foi criado em 2008 com o objetivo de levantar propostas comuns de desenvolvimento sustentável, que possam ser implementadas pelos nove estados que compõem a região: Amapá, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Pará e Tocantins.

São criadas Câmaras Setoriais para discutir os temas e, ao final de cada encontro, os governadores elaboram uma carta contendo as principais demandas comuns a todos os estados, a fim de que as reivindicações sejam evidenciadas à sociedade civil e Poderes constituídos. No 17º Fórum, as Câmaras Setoriais abordam os seguintes temas: Comunicação Pública, Segurança Pública, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e Consórcio Interestadual.

Fonte:Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − quinze =