Movimentos de Direita de Mato Grosso vão realizar ato em defesa da Lava Jato e CPI Lava Toga no Senado

Inconformados com os rumos que a operação Lava Jato tem tomado, e preocupados que ela seja enterrada, grupos da Direita de Mato Grosso vão realizar no dia 07 de abril, a partir das 16h, uma Manifestação em defesa da Lava Jato e da CPI Lava Toga no Senado.

O Ato está sendo organizado pelos movimentos: Gigantes Brasileiros, Movimento Brasil Livre (MBL), Direita MT, Movimento Ordem e Progresso Mulher – MT (MOP), União Nacional dos Caminhoneiros (UNC) e Nação Direita livre (NDL).

A principal mobilização é pela possibilidade de impeachment dos ministros do STF por condutas duvidosas, e a favor da Lava Toga (criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI que investigará integrantes de Tribunais Superiores), tal CPI foi barrada por duas vezes pelo Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

De acordo com Paulo Cesar Gomes, um dos representantes do grupo, Gigantes Brasileiros, em muitas capitais também já foram realizadas manifestações semelhantes e Mato Grosso não poderia ficar de fora, já que em outras situações também realizaram e participaram de protestos a nível nacional como “Fora Dilma”. “O STF está legislando, e não é este o papel desta Corte, pois quando usurpa da função de legislar acaba ferindo o Estado Democrático de Direito”, pontua Gomes.

Para que a manifestação alcance o objetivo, os organizadores estão buscando patrocínio, já que o movimento não tem cunho politico e partidário e todas as despesas são custeadas com ajuda de empresários e dos integrantes dos próprios grupos.

Conforme um dos organizadores, Analady Carneiro, representante do MOP – Mulher – MT, o objetivo do movimento é mudança: “queremos mudanças efetivas na política brasileira, que a vontade popular soberana seja respeitada pelos políticos eleitos. É necessária transparência nas ações e uso do dinheiro público pelos políticos. Abominamos essas articulações, nas quais políticos se envolvem em aliciamento de cargos, verbas indiretas para que o governo tenha seus projetos votados na Câmara. Queremos que os parlamentares votem as reformas essenciais ao desenvolvimento do Brasil, sem conchavos e por fim queremos um Poder Judiciário IMPARCIAL E TRANSPARENTE. ”

Para os organizadores o atual STF é ineficaz, pois inúmeros processos de políticos PRESCREVEM em suas mãos sem a devida punibilidade, e por outro lado, a mesma Corte usa de uma celeridade meteórica para julgar liminares de habeas corpus quando se trata de soltar políticos presos em investigações de corrupção, demonstrando um desequilíbrio nas relações sociais, e instaurando uma insegurança jurídica nos julgados, comprometendo seu papel de Guardião da Constituição Federal Brasileira.

O evento ocorrerá no próximo dia 07 de abril, às 16:00 horas, na Praça Alencastro e os organizadores informam que será um ato pacífico e convida as famílias a participarem. O ato irá contar com trio elétrico, bandeiras e faixas com frases de incentivo a CPI Lava Toga no Senado.

A operação Lava Jato é a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve. Estima-se que o volume de recursos desviados dos cofres da Petrobrás, maior estatal do país, esteja na casa de bilhões de reais. Soma-se a isso a expressão econômica e política dos suspeitos de participar do esquema de corrupção que envolve a companhia.

Fonte:Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 + quatro =