Homem de 29 anos que atuava com golpes na OLX oferece suborno de R$ 10 mil para não ser preso

Um homem identificado como Antônio Carlos Rodrigues Alves, de 24 anos, foi preso na madrugada deste sábado (16), no bairro Mapim, em Várzea Grande, portando documentos falsos e com uma moto Yamaha, de cor preta, que teria sido furtada após um golpe supostamente aplicado na OLX. Ao ser preso, o suspeito tentou subornar os militares oferecendo a moto e mais a quantia de R$ 10 mil para ser liberado. Antônio, segundo o Boletim de Ocorrências,  já possui nove passagens criminais.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma viatura da PM realizava rondas pela região do bairro Jardim Imperial, quando avistaram o homem em atitude suspeita com a motocicleta. Ao realizarem a abordagem, os policiais verificaram que o homem portava documentos de identidade com erros perceptíveis de falsificação.

Os documentos estavam em nome do uma pessoa que reside em Rondonópolis e que não tem nenhuma passagem criminal. Ao se deslocarem até a residência no suspeito, no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, os policiais encontraram três cadernos que continham vários nomes e informações de terceiros, que seriam usados para a prática do golpe no site OLX.

A motocicleta que estava com Antônio no momento da abordagem, também seria produto proveniente de um golpe aplicado por ele. Ainda de acordo com a PM, o veiculo estava em nome de outra pessoa, que teria comprado o veiculo do suspeito pela quantia de R$ 12 mil dividido em prestações de R$ 1 mil e somente após a quitação das parcelas é que a vítima poderia pegar a motocicleta.

O suspeito foi encaminhado para a Central de flagrantes para as medidas cabíveis. No momento em que era lavrada a prisão do suspeito, ele ainda teria oferecido para os policiais R$ 10 mil e a motocicleta, para que não fosse preso.

A Polícia Civil devera investigar o caso.

Fonte: Olhar Direto

COMPARTILHAR

Comentários