Vereadores querem que nome de saudoso líder da Vila Operária seja colocado em prédio público

Os vereadores Reginaldo Santos – PPS e Roni Magnani – PP protocolaram na Câmara de Vereadores uma indicação para o prefeito José Carlos do Pátio – SD.

O documento direcionado para o executivo propõe que uma obra de relevância na Vila Operária, como a construção de um Centro Urbano ou de obras nas áreas de educação ou esporte seja dado o nome de Almir Santos Bitencourt, conhecido como Rivinha, falecido no último final de semana.

Os parlamentaras justificam a homenagem ao líder comunitário pelos inúmeros trabalhos realizados na região, que hoje abriga mais de 80 mil pessoas.

“Foi um personagem que mudou a vida de muitos jovens da Vila Operária. Seus eventos pela igreja ou por iniciativa própria sempre externavam o amor ao próximo e a paz. Era comum ver num simples final de semana centenas de jovens reunidos em busca de diversão sadia. Esse homem fez muito e, sem dúvida, é um dos grandes personagens da Vila Operária e de Rondonópolis. Em meu primeiro mandado fiz uma homenagem para este grande ser humano. Ao lado do amigo Roni propus agora colocação do nome dele num prédio público que tenha afinidade com aquilo que ele mais gostava de trabalhar que era educação e esporte”, conta Reginaldo.

Roni Magnani lembra também que atuação de Rivinha protegeu milhares crianças, adolescentes e adultos do vício. “Ele era sensacional. Naquela época tudo era feito com refrigerante e muita água. Ele falava muito sobre os males do cigarro, bebida e drogas. Falava a língua dos jovens e era ouvido. Tenho certeza que Rivinha salvou vidas e preservou muitas famílias”, frisa.

Rivinha, Riva Júnior, DJ Riva foi ativista na Vila Operária por mais de 30 anos. Era o idealizador do Carnaval Diferente da igreja católica, Paquera na Praça e ainda animava festas de jovens, na função de DJ. Ainda encontrava tempo para estimular a prática de esportes. Ensinava voleibol, basquetebol, handebol e ainda promovia aulas de técnicas agrícolas.

Riva foi funcionário público municipal, por mais de 35 anos. Parte desse tempo foi na Biblioteca Municipal da Vila Operário por 35 anos.

Fonte: Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × um =