Selma Arruda é escolhida titular da CCJ e mais quatro permanentes no Senado

A senadora mato-grossense Selma Arruda (PSL) foi escolhida membro titular de cinco comissões permanentes no Senado Federal, incluindo a comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), uma das mais importantes do Congresso Nacional. A definição aconteceu na tarde desta quarta-feira (13), após reunião dos líderes partidários.

Indicada pelo partido, Selma ainda irá compor as comissões de Transparência, Fiscalização e Defesa do Consumidor (CTFC), Assuntos Sociais (CAS), Comissão de Direitos Humanos (CDH), Ciência e Tecnologia (CCT). A parlamentar também será suplente em outras duas frentes de trabalho, a Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) e Comissão de Infraestrutura (CI).

“Foi muito importante a participação do PSL num número expressivo das comissões no Senado Federal. Foram escolhidas as comissões de forma estratégica, para que o PSL consiga, e para nós senadores do partido consigamos ter resultados efetivos, que é legislar contra a corrupção, a favor da segurança pública, contra a criminalidade e pelo crescimento da economia. Estamos muito felizes com as decisões deste dia”, afirmou a parlamentar por meio da assessoria de imprensa.

Um dos motivos que tornam a CCJ tão importante é que antes de uma proposição ser aceita, independentemente do tema, ela precisa ser apreciada pela CCJ. Além disso, cabe à CCJ verificar sobre a admissibilidade de proposta de emenda à Constituição.

Posse nas comissões

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que todas as comissões permanentes do Senado poderão empossar seus presidentes ao mesmo tempo. A intenção é que a instalação seja simultânea, mas como não há plenários em número suficiente para todas elas. O presidente afirmou que o esforço vem sendo feito para garantir a proporcionalidade, com harmonização de forças partidárias.

As informações são da assessoria de imprensa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco + 2 =