Conselho gestor pode assumir Mixto nos próximos dois anos

Está formado o Conselho Gestor que pretende administrar o Mixto para os próximos dois anos. Sob coordenação de Arley Carlos e do atual presidente Valter Hudson, o grupo se submeterá à análise de outros conselheiros neste sábado de manhã, quando haverá a escolha da nova diretoria administrativa do Alvinegro da Vargas.

Ainda compõe o Conselho, os empresários Mário Cândia, José Luiz Pardal e o médico cardiologista Fauser Chaucher, que recentemente realizou curso de treinador na Granja Comary, no Rio de Janeiro. Um dos principais colaboradores do clube, doutor Fauser tem por intenção um dia ser treinador de um dos mais tradicionais da região Centro-Oeste.

Ao presidir o clube nos dois últimos anos, Valter Hudson prefere tratar o Conselho Gestor com cautela, apesar de ter respaldo da maioria dos conselheiros. De acordo com o dirigente, o Mixto é um clube democrático, pertencente ao povo mato-grossense.

Para ele, a ideia de se criar um grupo de pessoas ligadas ao Alvinegro é para unir forças internas, fortalecendo ainda mais o clube. Hudson ressalta que, por enquanto, não há outro grupo interessado em lançar nome para concorrer ao cargo máxima do ‘Tigrão’.

Vice-presidente do clube da diretoria que está terminando a atual gestão, Arley Carlos vê o Conselho Gestor como um instrumento par pôr fim as brigas internas. “Ao longo dos anos, percebemos que em época de eleição à presidência do Mixto, sempre há brigas, divisão de grupos. O Conselho servirá para todos os mixtenses estarem mais perto do clube, viver o dia a dia”, disse.

Fonte: A Gazeta (foto: Só Notícias/Diego Oliveira/arquivo)

COMPARTILHAR

Comentários