Final do Brasileiro terá reencontro de técnicos na Série C

As finais da Série C entre Operário-PR e Cuiabá, colocam frente a frente dois treinadores com histórias recentes pelo time paranaense. Enquanto Gérson Gusmão, 44 anos, comanda o Fantasma, Itamar Schülle, 51 anos, é ex-técnico do clube paranaense e o comandante do Dourado.

Os dois já se encontraram duas vezes na competição deste ano. Na primeira fase, o Cuiabá goleou por 4 a 0, em casa. Depois, no returno, empate de 1 a 1, no interior do Paraná. Será o encontro da ‘cria e o criador’. Eles trabalharam juntos em quatro clubes: Novo Hamburgo (2012, 2013 e 2014), Chapecoense (2012), Santo André (2012) e Caxias (2014).

Depois disso, Gusmão foi auxiliar de Schülle na própria equipe paranaense em 2015, quando conquistaram o título do Estadual diante do Coritiba, com duas vitórias nas finais. No ano seguinte, entretanto, eles trilharam caminhos diferentes após a conquista da taça inédita.

Schülle aceitou o convite do Botafogo-PB, e Gusmão decidiu ser técnico pela primeira vez no Novo Hamburgo. Ainda em 2016, em março, após participação no Campeonato Gaúcho, ele assumiu definitivamente o Fantasma com a missão evitar o rebaixamento e não conseguiu. No mesmo ano da queda, o primeiro título: campeão da Taça FPF, que garantiu uma vaga na Série D do Brasileiro no ano seguinte. Depois, em 2017, fracassou.

Mas ele permaneceu e conquistou os títulos da Série D e Divisão de Acesso, além do acesso para Série C. Em dois anos e seis meses no comando do Alvinegro, Gusmão disputou 85 jogos, com 56 vitó- rias, 18 empates e 11 derrotas, com três títulos e três acessos.

Do outro lado, Schülle foi para o Nordeste e ficou entre 2016 e 2017 no Botafogo-PB, conquistando o título do Campeonato Paraibano no ano passado, com 75 jogos à frente da equipe. No mesmo ano assumiu o ABC-RN, onde venceu um jogo em oito duelos, antes do time ser rebaixado matematicamente.

No Cuiabá, foi contratado em novembro do ano passado. Na Série C, passou em terceiro no grupo B, eliminando o Atlético -AC e o Botafogo-SP e detém a melhor campanha da competição.

Além de Gérson Gusmão, Schülle reencontrará os jogadores Danilo Báia, Sosa, Peixoto, Chicão e Pedrinho, que foram comandados por ele na conquista histórica do Campeonato Paranaense.

O Cuiabá, por outro lado, tem o preparador físico Gamarra e o meia Doda e o zagueiro Marcelo Xavier, que disputaram a Série D em 2015 pelo Fantasma.

Fonte: A Gazeta (foto: assessoria)

BANNER-NETWORK
COMPARTILHAR

Comentários