TJ autoriza inquérito do Gaeco em MT

O desembargador Alberto Ferreira de Souza autorizou ontem a abertura de mais um inquérito policial pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado) pela suspeita de autoridades com prerrogativa de foro em crimes de corrupção no Estado. A investigação será realizada de forma sigilosa e pode envolver prefeitos, deputados estaduais e secretários de Estado.

Circulam informações nos bastidores de que o magistrado, ao determinar a abertura do inquérito, autorizou uma grande operação.

Fonte: FolhaMax

BANNER-NETWORK
COMPARTILHAR

Comentários