Seminário discute implantação e gestão da UFR

As discussões sobre os caminhos da implantação da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) acontece nesta sexta-feira (13), durante um seminário em Rondonópolis. O evento conta com a participação da comunidade docente e acadêmica juntamente com as comissões de Educação, Agricultura e Meio Ambiente do Senado Federal, Assembleia Legislativa, Prefeitura e Câmara de Vereadores, Comitê Pró UFR.

Foto: AgoraMT

A Lei 13.637/2018, que cria a UFR, foi publicada na edição de 21 de março no Diário Oficial da União, deixando ela desmembrada da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

O relator da matéria na Comissão de Educação, senador Wellington Fagundes (PR-MT) disse que o inicio de uma Universidade ocorre com a nomeação feita pelo Ministro de um reitor.  Wellington que é membro titular da comissão de orçamento, afirmou que já está trabalhando com o orçamento do próximo ano, incluindo recursos para a Universidade.

“Agora teremos duas Universidades com muito mais recursos, inclusive muito mais oportunidades com a administração direta. Vamos fazer com que a Universidade possa seguir a vocação da região e nós queremos justamente construir uma Universidade que seja uma mola propulsora do desenvolvimento, uma Universidade que faça pesquisas de ensino, mas também que ela faça extensão, ou seja, que ela nasça com o apoio de toda a sociedade” pontuou o senador.

Conforme a pró-reitora da UFMT, Analy Polizel, no momento a Universidade passa por um processo de implantação e desmembramento. “Com a mudança, queremos melhorar a estrutura, buscar novos cursos de graduação, pós-graduação articulando juntamente ao Ministério de Educação para ampliar possibilidades de novas vagas” explicou Analy.

Fonte: AgoraMT

BANNER-NETWORK
COMPARTILHAR

Comentários