Filho de deputado depõe no Gaeco; advogado diz que explicação foi rápida e tranquila

Acompanhado por Paulo Taques, jovem saiu sem falar com a imprensa

O filho do deputado estadual Mauro Savi (DEM), Marcelo Savi, prestou depoimento na tarde de quinta-feira junto ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). O parlamentar é apontado pelo Ministério Público Estadual como um dos líderes do esquema que teria desviado recursos do Detran através de fraudes em contratos e pagamentos superfaturados.

O depoimento de Marcelo Savi, que teria movimentado dinheiro do esquema fraudulento, durou cerca de 40 minutos e ele não quis falar com a imprensa ao sair. Seu advogado, o ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques, afirmou que o depoimento foi rápido e tranquilo.

O escritório de Paulo Taques também representOU a EIG Mercados em causas trabalhistas. A empresa, que tinha contrato com o Detran, é uma das investigadas na Operação Bereré.

O próprio ex-secretário é citado na investigação. Em depoimento, o ex-deputado estadual José Geraldo Riva contou que Mauro Savi o confidenciou que Paulo Taques era um dos beneficiários do esquema.

A Operação Bereré foi deflagrada pelo Gaeco, baseada na colaboração premiada feita pelo ex-presidente do órgão, Teodoro Moreira Lopes, o Dóia, e investiga um suposto esquema de corrupção e pagamento de propina pela FDL Serviços de Registro, Cadastro, Informatização e Certificação de Documentos Ltda no Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Ao todo, o esquema teria desviado cerca de R$ 28 milhões dos cofres públicos durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (MDB).

 

Fonte: FolhaMax

COMPARTILHAR

Comentários