Governo nega atrasos e alega que repasses aos filantrópicos são feitos às prefeituras

Quatro hospitais anunciaram que vão paralisar UTIs a partir de segunda-feira

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou na manhã desta sexta-feira que o Estado não deve os hospitais filantrópicos. O anúncio foi feito após os hospitais Santa Helena, Hospital Geral e Santa Casa de Cuiabá e Rondonópolis anunciarem a paralisação dos atendimentos para novos pacientes nas Unidades de Tratamento Intensivo – UTI’s, a partir da próxima segunda-feira (15).

De acordo com o governador, os repasses foram feitos pelo Estado para o município. “Nós não repassamos para a Santa Casa. O repasse para os filantrópicos é via município de Cuiabá. É fundo a fundo. Nós não estamos devendo os filantrópicos, porque passamos para o município de Cuiabá”, se defendeu.

Segundo a Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso (Fehosmt), as instituições não irão receber mais pacientes para as UTI’s.  O Hospital Santa Casa de Misericórdia está sem receber pelos leitos de retaguarda desde março do ano passado, por isso irá paralisar todos os atendimentos que são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A Santa Casa de Rondonópolis também deverá paralisar seus serviços gradativamente nos próximos dias devido a falta de repasses por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e também por contrapartidas da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

 

 

Fonte: FolhaMax

 

COMPARTILHAR

Comentários