Depois de 10 horas de discussões PCCS passa pela primeira votação

A segunda votação está marcada para amanhã sexta-feira (26), a partir das 09h da manhã

sessão internaA  146ª Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Rondonópolis, foi a mais longa nos últimos anos. A Sessão que iniciou por volta das 13h,desta quarta-feira (24), se encerrou as 23h 50m.

A votação do novo  Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), teve vários momentos tensos. Alguns vereadores ficaram perdidos e não sabiam o que estavam votando, devido aos números de emendas existentes ao projeto.

Os parlamentares derrubaram aproximadamente 50% das emendas propostas ao PCCS, e todas elas foram apresentadas aos vereadores com antecedência.

Prejuízos

Hélio Pichione a esquerda da foto
Hélio Pichione a esquerda da foto

Os servidores da saúde ficaram na bronca e se sentiram lesados com a ação do vereador Hélio Pichione,  que é o presidente da Comissão de SAÚDE, ASSISTÊNCIA SOCIAL, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS. Ele (Hélio) derrubou nove emendas que beneficiariam os trabalhadores. Depois da derruba a justificativa do parlamentar foi que as emendas poderiam ser vetadas pelo executivo, ou gerar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN).Os servidores e o líder sindical Rubens Paulo, pressionaram os vereadores devido o descaso com os servidores da saúde.

Mas, de acordo com regime interno, o projeto não poderia voltar ao plenário. A única saída para os servidores será a confecção de novas emendas para diminuir o prejuízo causado pelos vereadores. As novas emendas devem ser elaboradas na manhã desta quinta-feira (25).

O vereador Thiago Muniz (PPS), ocupou a presidência da Comissão de Constituição e Justiça para se posicionar contrário a maioria das emendas. Mas, foi voto vencido dentro da mesma comissão, os vereadores Thiago Silva (PMDB) e Cido Silva (PP), votaram contrário ao posicionamento de Muniz e todas as derrotas do Socialista foram aplaudidas pelos servidores que acompanhavam a sessão.

Segunda Votação

Ao final todos os projetos dos PCCS foram aprovados em primeira votação. A segunda votação está marcada para amanhã sexta-feira (26), a partir das 09h da manhã.

Os vereadores acreditam que todos serão aprovados em segunda votação e que os novos planos devem ser sancionados antes do período proibitório que se inicia em 02 de abril deste.

BANNER-NETWORK
COMPARTILHAR

Comentários