Parte inferior do Viaduto da UFMT é liberada ao tráfego

Parte da rotatória que dá acesso à Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), na Avenida Fernando Corrêa da Costa começou a ser liberada para o tráfego, aliviando parcialmente o trânsito de quem segue da região do Centro em direção ao bairro Jardim das Américas.

A via, que se encontrava bloqueada para o tráfego, mesmo depois da inauguração do Viaduto Jornalista Clóvis Roberto (Viaduto da UFMT) – em dezembro passado –, teve o trânsito liberado pela Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), após solicitação da Prefeitura de Cuiabá.

Segundo o Município, os trabalhos começam neste sábado (4) para que até a próxima quinta-feira (9) possam ser concluídos.

O objetivo, segundo o secretário de Trânsito e Transporte Urbano de Cuiabá, Antenor Figueiredo, é minimizar os transtornos para os motoristas e desafogar o grande fluxo de veículos no local.

“Os motoristas perdiam muito tempo no desvio antes da rotatória, e agora a tendência é que o fluxo diminua, já que eles poderão seguir direto para o bairro”, disse.

Segundo informações da SMTU, além dos trabalhos para adaptação da via para passagem dos veículos, também foram feitas adequações para a travessia de pedestres, que também poderão passar por baixo do viaduto.

Viaduto da UFMT

O elevado da UFMT foi a primeira grande obra do pacote de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) a ser inaugurada pelo Governo do Estado.

O complexo faz parte do denominado Eixo 2 do VLT (Coxipó-Centro) e foi entregue antes mesmo da instalação dos trilhos da via permanente, na faixa central do viaduto, uma vez que esse eixo não mais é considerado prioritário pelo Governo para a Copa do Mundo de 2014.

A parte inferior do viaduto, porém, só deverá ser liberada totalmente nos próximos meses, segundo a Secopa.

Isso deverá ocorrer juntamente com a inauguração da Via Parque Barbado, que irá ligar as Avenidas Tancredo Neves a Arquimedes Pereira Lima.

 

 

 

 

Fonte: MídiaNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × 2 =